Mandic Cloud Solutions

Principais Desafios

Existem desafios comuns às organizações para uma gestão mais ágil e integrada.

1
Processos
Modernização de processos internos e automatização da infraestrutura
2
Pessoas
Aproximação das áreas técnicas para retirar pontos de dificuldades entre times de desenvolvimento (Dev) e operações (Ops) com menos silos entre as áreas
3
Cultura
Estabelecimento de uma cultura DevOps voltada à colaboração com atitudes e práticas ágeis

Recursos e Benefícios

Para cada um dos desafios aplica-se objetivos e iniciativas.

1
Tenha um parceiro em nuvem
Conte com um parceiro certificado AWS para melhorar a gestão de contas; fazer automação dos ambientes e dos deploys; ganhar velocidade e confiança no restabelecimento de componentes necessários no dia a dia operacional.
2
Empodere a equipe de TI
Desenvolva uma cultura digital que favoreça atitudes alinhadas com valores ágeis, em especial fomente a colaboração entre as pessoas.
3
Processos inteligentes, automatizados e estruturados
Ganhe escalabilidade com procedimentos e tecnologias alinhados aos objetivos do negócio; desenvolva uma cultura digital que favoreça previsibilidade de entregas no escopo de produção e o fluxo de trabalho.

Como Funciona:

A Mandic segue a metodologia de trabalho CIMS (Consultoria, Implantação, Migração e Sustentação) alinhada à tecnologia AWS com criação de um framework de trabalho em quatro etapas: descoberta, planejamento, preparação e execução do plano com endereçamento de seis pilares que modernizam a esteira/pipeline de cada aplicação em linha com a AWS e práticas DevOps.

Pilar 1
Infraestrutura como Código
Nesta etapa é realizado um trabalho de como tratar a infraestrutura como código, ou seja, são definidas configurações e scripts de execução para instalação de serviços que serão versionados em um repositório assim como o código da aplicação do negócio do cliente. Tudo para que possam ser disponibilizados, auditados e evoluídos juntos.
Pilar 2
Software Development Life Cycle
Aqui é tratada a parte de CI-CD (Continuous Integration-Continuous Deployment) em que CI visa encontrar e investigar erros mais rapidamente, melhorar a qualidade do software e reduzir o tempo necessário para validar e lançar novas atualizações; e CD é uma prática de desenvolvimento de software em que alterações de código são criadas, testadas e preparadas automaticamente para liberação para produção.
Pilar 3
Observabilidade
Uso das melhores práticas de monitoramento; criação e implementação de um plano que colete dados de monitoramento de todas as partes da aplicação, facilitando localizar falhas e verificar arquivos de log.
Pilar 4
Runtime
Avaliação de qual é o melhor modelo de execução para os workloads utilizando as soluções AWS para IaaS, FaaS, CaaS e PaaS.
Pilar 5
Segurança
Como aspectos de segurança, nesta etapa mantém controle na adoção do modelo de DevOps sem sacrificar políticas de conformidade automáticas, controles minuciosos e técnicas de gerenciamento de configuração.
Pilar 6
Otimização
Trata-se de observar os custos do projeto, desempenho e otimização. Essa etapa permite que as empresas atendam melhor aos seus clientes e consigam competir de modo mais eficaz no mercado.
Fale com Especialista

Case - Koin

A fintech de meios de pagamento confiou à Mandic o projeto de automação dos ambientes gerenciados na nuvem da AWS. A consultoria garantiu uma previsibilidade, permitindo antecipar possíveis desafios no curto, médio e longo prazo.

Ler mais

Case - Afilio

A Afilio migrou o seu workload para a AWS seguindo as práticas definidas pelo WAF (Well-Architected Framework). A empresa garantiu uma arquitetura escalável, com alta disponibilidade, infraestrutura segura e deployment automatizados.

Ler mais