Cloud Computing

Pode ser chamada de computação em nuvem, cloud computing ou simplesmente de nuvem ou cloud

O que é cloud computing?

A cloud computing, ou computação em nuvem é um serviço de computação baseado na internet na qual é sintetizada pelo poder de utilizar recursos de TI sob demanda de computação, armazenamento de dados, redes e de aplicações em ambientes compartilhados de maneira integrada através da internet, em qualquer lugar e independente de plataforma, sem ter que investir em equipamentos.

Na cloud a definição de preço é pelo uso, paga pelo que consome. O benefício dessa abordagem não é apenas a redução dos custos com servidores locais, a cloud é uma maneira dinâmica de se ajustar às necessidades de recursos de TI ao seu negócio de maneira simples, segura e econômica.

Como funciona?

Diferente dos modelos comuns, a nuvem é composta por uma série de servidores que representam um amplo dispositivo de armazenamento e processamento de dados, permintindo total elasticidade em todos os seus recursos fornecidos.

Você consegue alocar os recursos desses servidores interligados para sua utilização, ajustando sob demanda a capacidade de processameto, espaço, memória e banda. Isso tudo sem precisar reinstalar nada e sem perder tempo.

Para que serve?

Usando a computação em nuvem, as organizações podem usar recursos compartilhados de computação e armazenamento, em vez de criar, operar e melhorar a infraestrutura por conta própria.

É um modelo que permite os seguintes recursos:

  • Os usuários podem provisionar e liberar recursos sob demanda.
  • Os recursos podem ser redimensionados para cima ou para baixo automaticamente, dependendo da carga.
  • Os recursos são acessíveis em uma rede com segurança adequada.
  • Os provedores de serviços em nuvem podem ativar um modelo de pagamento conforme o uso, em que os clientes são cobrados com base no tipo de recursos e por uso.

Vantagens

  • Econômia de custo - Construir nossos próprios servidores e ferramentas é demorado e caro, pois precisamos solicitar, pagar, instalar e configurar hardware caro, muito antes de precisarmos dele. No entanto, usando a cloud, pagamos apenas pelo valor que usamos e quando usamos os recursos de computação. Dessa maneira, a computação em nuvem é econômica.
  • Escalabilidade - Uma das grandes vantagens é a elasticidade, onde você pode aumentar e diminuir a capacidade da sua máquina de forma simples com apenas alguns cliques. A Cloud computing então se tornou atrativa. Ela não nasceu para resolver o problema da sazonalidade de acessos ou picos de acessos, mas encaixou de ser essa a maior atratividade.
  • Agilidade - Possibilita a inovação com mais agilidade, você pode disponibilizar recursos de TI de form rápida e conforme a necessidade com baixo custo, implantando vários servidores em alguns instantes.
  • Confiabilidade - Fornece muito mais serviços gerenciados, confiáveis ​​e consistentes do que uma infraestrutura de TI interna (on premises). Garante 24x7 e 365 dias de serviço. Se algum servidor falhar, os aplicativos e serviços hospedados poderão ser facilmente transferidos para qualquer um dos servidores disponíveis.
  • Armazenamento ilimitado - Fornece capacidade de armazenamento quase ilimitada, ou seja, não precisa se preocupar em ficar sem espaço de armazenamento ou aumentar disponibilidade atual de espaço de armazenamento.
  • Backup e recuperação - Armazenar dados na nuvem, fazer backup e restaurar os mesmos é relativamente mais fácil do que armazená-los em um dispositivo físico. Os provedores de serviços cloud também possuem tecnologia suficiente para recuperação de dados, portanto, há a conveniência de recuperar os dados a qualquer momento.
  • Acesso fácil às informações - Depois de migrar para a nuvem, você pode ter acesso de qualquer lugar do mundo, desde que haja conexão com a Internet. Existem vários recursos de armazenamento e segurança que variam de acordo com o tipo de nuvem escolhida.

Tipos de cloud

Nuvem pública

Na nuvem pública (public cloud), os provedores de serviços terceirizados disponibilizam recursos e serviços para seus clientes via internet. Os dados do cliente e a segurança relacionada estão na infraestrutura de propriedade dos provedores de serviços.

Nuvem Privada

Uma nuvem privada (private cloud) também fornece recursos quase semelhantes aos da nuvem pública, mas os dados e serviços são gerenciados pela organização ou por terceiros apenas para a organização do cliente. Nesse tipo de nuvem, o controle principal é sobre a infraestrutura, minimizando os problemas relacionados à segurança.

Nuvem Híbrida

Uma nuvem híbrida (hybrid cloud) é a combinação de nuvem pública e privada, mas não necessariamente de fornecedores diferentes. A decisão de executar em nuvem pública ou privada geralmente depende de vários parâmetros, como sensibilidade de dados e aplicativos, certificações do setor e padrões, regulamentos, etc.

Modelos de serviços

IaaS - Infrastructure as a Service

IaaS significa Infraestrutura como Serviço. Ele fornece aos usuários a capacidade de provisionar processamento, armazenamento e conectividade de rede sob demanda. Usando esse modelo de serviço, os clientes podem desenvolver seus próprios aplicativos nesses recursos.

Os principais provedores de serviços cloud no mundo são: Amazon Web Services; Microsoft; Alibaba e Google.

PaaS - Platform as a Service

PaaS significa Plataforma como Serviço. Aqui, o provedor de serviços fornece vários serviços, como bancos de dados, filas, mecanismos de fluxo de trabalho, e-mails etc. aos seus clientes. O cliente pode usar esses componentes para criar seus próprios aplicativos. Os serviços, a disponibilidade de recursos e o backup de dados são gerenciados pelo provedor de serviços, ajudando os clientes a se concentrarem mais na funcionalidade de seus aplicativos.

Exemplos deste tipo de serviço: Google App Engine; Heroku; RedHat OpenShift; Microsoft Azure Cloud Services; Tsuru e etc.

SaaS - Software as a Service

SaaS significa Software como Serviço. Como o nome sugere, aqui os fornecedores terceirizados fornecem aplicativos de usuário final a seus clientes com alguns recursos administrativos no nível do aplicativo, como a capacidade de criar e gerenciar seus usuários. Também é possível algum nível de personalização, como os clientes podem usar seus próprios logotipos corporativos, cores etc.

Exemplos deste tipo de serviço: ERP; CRM; Google Docs; Linkedin; Skype; Facebook e etc.

Serviços Profissionais e Gerenciados